Brigas, apreensões e prisões. O lado ruim do clássico

O encontro entre tricolores e rubro-negros sempre é sinônimo de tumulto e muita confusão. E no Clássico das Multidões, de ontem, não foi diferente. Na chegada dos torcedores da Torcida Jovem do Sport, um cenário de terror foi visto nos arredores do Arruda. Muitas pedras foram arremessadas entre as duas torcidas, e o estrago foi refletido em alguns carros que ficaram depredados. O lado positivo foi a apreensão de munições, armamento e drogas na sede da Torcida Organizada Inferno Coral, na rua Bolívar, também no Arruda.

As buscas puderam ser feitas através de denúncias anônimas e todas as informações foram levantadas pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizadas Criminosas (Greco), o Ministério Público de Pernambuco (MPPE), em conjunto com o Serviço de Inteligência da Polícia Militar. Na operação, feita às 13h30 de ontem, 31 munições de revólver calibre 38, dois facões, papelotes de cocaína, maconha pronta para o consumo e louco. Além disso, três homens acabaram detidos no local em flagrante. Eles foram encaminhados à Delegacia de Polícia instalada dentro do estádio do Arruda. O Cotel deve ser o destino final dos tricolores.

Anúncios
  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: