Presente de grego

No dia em que comemorou 97 anos de fundação, Santa Cruz perdeu por 3×1 para o Porto, em Caruaru

CARUARU – Um presente de aniversário amargo para a torcida tricolor. Ontem, no dia em que comemorava 97 anos de idade, o Santa Cruz foi até o Estádio Luiz Lacerda, em Caruaru, e viu o Porto roubar as atenções da festa ao vencer por 3×1. Com uma atuação abaixo da crítica no primeiro tempo, o Mais Querido sofreu sua segunda derrota seguida no Estadual, mas segue na segunda posição, com 18 pontos. Já o Gavião, depois da derrota no clássico matuto no último domingo, voltou a vencer com os gols de Téo, Paulista e Thiago Laranjeira, e também chega na casa dos 18 pontos, mas permanece em terceiro por conta do saldo de gols. Agora, o pensamento dos corais está direcionado para o Clássico das Multidões diante do Sport, domingo, no Arruda.

Durante os dias que antecederam ao encontro de ontem, a principal preocupação dos tricolores era quanto ao desfalque de cinco titulares para o duelo diante do Porto. De fato, era para se preocupar. Totalmente perdido em campo, o Santa Cruz fez um primeiro tempo para ser apagado da memória no Luiz Lacerda. Mal tinham passado de cinco minutos de bola rolando, o Gavião já estava à frente do placar. Depois de boa descida de Thiago Laranjeira pela direita, o meio-campista tocou para Douglas, que vinha de trás, fazer 1×0 em Caruaru.

Com uma facilidade assustadora com a bola nos pés, encontrando espaços sempre que chegava com mais força ao ataque, a equipe caruaruense tomou conta da partida. O Tricolor tentava correr atrás do prejuízo na base da vontade e dava terreno para o Porto investir nos contra-golpes. Aos 22, Paulista e Téo ficaram contra apenas um defensor coral, mas o primeiro acabou pecando na finalização. Cinco minutos depois, o Mais Querido não teve a mesma sorte. Depois de uma triangulação linda, Paulista fez o corta luz e correu para a área, onde recebeu boa bola para fazer 2×0. Antes do apito final, Téo desperdiçou outra boa chance depois de rebote do goleiro André Zuba.

No intervalo, o técnico Zé Teodoro mexeu com os brios dos jogadores, que voltaram com uma atitude diferente. Foi possível ver um Santa Cruz menos letárgico, mas, mesmo assim, pouco eficiente. Apesar da pressão territorial, o Tricolor não conseguia criar chances. Aos 33, entretanto, Alexandre Black derrubou Landu grosseiramente na área: pênalti. O atacante Laécio foi para a cobrança e bateu com calma para fazer 2×1. Mas a empolgação dos corais durou pouco. Dez minutos depois, Thiago Laranjeira fez grande jogada e bateu no ângulo, para fechar o placar. Antes do apito final, os tricolores ainda foram obrigados a ouvir um irônico “Parabéns pra você” da torcida do Gavião.

Anúncios
  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: