Fera promete jogar sem medo da Cobra Coral

Apesar de enfrentar o líder, o Petrolina chega para vencer. O time quer fazer das grandes dimensões do Arruda uma avenida para usar a velocidade nos contra-ataques e conquistar os três pontos. Sem um artilheiro nato, a Fera usufrui do trabalho de equipe. Até então foram marcados seis gols, um de cada jogador.

A dificuldade aumentou por não poder contar com três atletas, sendo dois titulares, que ficaram no Sertão. O atacante Rogério teve problemas odontológicos, o zagueiro Denir se machucou no último duelo, contra o América, e o centroavante Nego Pai pegou uma virose.

Na defesa, entra o homônimo do lateral-esquerdo, Jeferson, regularizado nesta semana. Inclusive, os xarás estão decidindo por qual nome serão diferenciados. Na linha de frente, quem faz dupla com Fernando é Jackson. Ambos já marcaram no Pernambucano. Além dos atacantes, o volante Bruno e o meia Alemão já balançaram as redes e terão outra oportunidade contra o Santa Cruz, hoje.

Juntos, os “goleadores” do Tigre têm um gol a menos que os Thiagos, Cunha e Matias, do Santa Cruz, com sete. É mais uma meta a ser batida, mas não é essa a preocupação de Neco, que assistiu ao último duelo do Mais Querido, contra o Salgueiro. “A gente deve se preocupar com o conjunto. Se tem artilheiro é porque as bolas estão chegando e isso nós não podemos deixar. Pois com espaço, até eu jogo”, disse o técnico.

Anúncios
  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: