Eita Santa Cruz Arretado!

Tricolor bateu o Araripina por 1×0, tornou-se o primeiro da Capital a vencer no Sertão, e manteve-se na liderança do Pernambucano

ARARIPINA – A atuação passou longe de encher os olhos dos torcedores, mas o que valeu foram os três pontos. Ontem, diante do Araripina, o Santa Cruz não jogou bem, penou para conseguir atacar e, graças a Thiago Matias, saiu do Chapadão do Araripe com a vitória por 1×0. Os tricolores foram pressionados em boa parte do duelo, dependendo do goleiro Thiago Cardoso e da incompetência do ataque do Bode para segurar o marcador. O triunfo manteve o Mais Querido na liderança do Estadual, agora com 12 pontos, enquanto os sertanejos, com ape­nas um, mais uma vez mos­traram por que vão lutar contra o rebaixamento. Assim como diante do Náutico, no último final de semana, os comandados de Júnior Caruaru demonstraram não ter tranquilidade na hora de finalizar.

A partida, que era válida pela quarta rodada, tinha importância diferente para as duas equipes. Enquanto o Santa Cruz buscava se firmar na liderança do Estadual, o Araripina tentava a primeira vitória na competição. Apostando na velocidade como principal arma, os tricolores, apesar de atuar fora de casa, não se intimidaram diante do adversário. O cronômetro não mar­cava nem um minuto e Má­rio Lúcio já dava o seu cartão de visita. Dentro da área, o meia chutou no ângulo e Adson espalmou para fora.

Mais perigoso nos instantes iniciais, o Mais Querido chegava atrasado nas jogadas e parava o Araripina através de faltas. Duas delas foram mais du­ras e o árbitro Carlos Costa poderia ter advertido os atletas do Santa Cruz, mas preferiu deixar para lá. Com o passar do tempo, a partida deu uma esfriada.

O segundo tempo começou morno. O Araripina não conseguia entrar na área do Santa Cruz, enquanto o Mais Querido não encaixava um contra-ataque sequer. Num lance mais de sorte do que de técnica, Laécio tocou por cima do goleiro Adson, para fora. O sus­to acordou o Bode, que pas­sou a explorar mais as jogadas pelas laterais. Aos 11, Cristovão desceu em velocidade e livre de marcação pelo setor, no momento em que a torcida se levantava nas arquibancadas para gritar gol, ele finalizou para fora.

O Santa passou a oferecer mais perigo quando Zé Teodoro reforçou a marcação, trocando Diego Biro pelo garoto Jhonata. E não demorou muito para os tricolores abrirem o placar. Aos 21, após uma cobrança de escanteio ensaiada, Thiago Matias fez 1×0, calando o Chapadão do Araripe. Com a vantagem, os corais recuaram e os sertanejos não souberam aproveitar. Mas o placar não mudaria mais e o Santa Cruz tornou-se o primeiro dos grandes da Capital a vencer no Sertão.

Anúncios
  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: